em ,

Restaurante aposta em delivery para aumentar vendas e superar dívida

Restaurante aposta em delivery para aumentar vendas e superar dívida – Dona Celi precisou se ausentar do restaurante por um período e viu a situação mudar para pior. Então ela mudou o foco do negócio e passou a investir em delivery.

Restaurante aposta em delivery para aumentar vendas e superar dívida

Dona de restaurante aposta em delivery para aumentar vendas e superar dívida

Separar a conta pessoal da empresa é um desafio real para muitos empreendedores. E esse foi o que quase levou a dona Celi à falência.

Dona de um restaurante em Guarulhos, na Grande São Paulo, dona Celi conta que quase fechou o negócio no ano passado quando ela precisou se afastar por um tempo.

Sem Dona Celi, o restaurante viu as contas acumularem e uma dívida de quase R$ 50 mil.

“Fomos bem até 2017, quando eu tive que me afastar do restaurante. Meu marido ficou trabalhando sozinho, só com as funcionárias e o restaurante foi indo de mal à pior”, diz.

Com receio de precisar fechar o restaurante, dona Celi teve uma sacada que mudou o rumo do negócio.

“Eu fechei a parte da frente, porque só tinha 11 mesas. Instalamos um computador, colocamos os programas, baixamos os aplicativos… e hoje eu vendo no aplicativo mais do que eu vendia no salão.”

Para ajudar na gestão do negócio, dona Celi e o marido fizeram cursos e contrataram um especialista em finanças para colocar as contas em dia.

“Agora é tudo controlado tem sistemas. Antes era no papel, sabemos tudo que entra e sai compras. Hoje ta bem controlado”, diz Josenildo Viana, marido de Celi.

A situação preocupante deixou um aprendizado importante para dona Celi – a de nunca misturar as contas de casa com a do empreendimento.

“Então, uma dica: nunca misture seu pro labore com as contas do restaurante. O dinheiro do restaurante é do restaurante, e o de casa é o seu salário. Senão o negócio não vai bem não!”

Hoje o restaurante vende em média 130 marmitas por dia. Elas custam entre R$ 15 e R$ 25 e o faturamento do negócio chega a R$ 60 mil por mês.

Fonte: G1 (22.09.2019)

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários